Wednesday, August 24, 2016

Grupo EXO-X, 16 anos de Pesquisas

EXO-X   GRUPO de PESQUISAS UFOLÓGICAS
                    16 anos de existência

Entre em nossa comunidade no FACEBOOK www.facebook.com/groups/ufologo e veja também a nossa página em www.facebook.com/grupoexox e divulgue seu relato e imagens ufológicas.
 



livro Caçadores de OVNIs
Uma das propostas da obra “Caçadores de OVNIs” é instigar a curiosidade das pessoas para a temática dos OVNIs – Objetos Voadores não Identificados (ou UFO em inglês). Procuramos mostrar ao nosso leitor a importância da realização das investigações à campo das ocorrências desta natureza, na qual chamamos de “caçadas ufológicas”. A metodologia utilizada nas pesquisas durante o dia e à noite, onde nesta estão as Vigílias Ufológicas, mas o que seria realmente uma vigília no contexto ufológico? Qual a sua importância? Esta obra é fruto das aventuras ufológicas de dois ufólogos - Paulo Aníbal G. Mesquita e Marco A. Leal em algumas das regiões brasileiras com forte incidência de aparição de OVNIs, como o litoral sul do estado de São Paulo, região de Sorocaba e o sul do estado de Minas Gerais. Estaremos mostrando tamém ao leitor as diversas situações envolvidas, desde simples aparições de Ufos até casos de pousos de “discos voadores” e as famigeradas abduções, ou seja, casos onde supostamente pessoas são raptadas por ETs. Esta obra também se propõem em analisar regiões com vasta incidência de OVNIs com forte potencial turístico ambiental, inclusive com a proposta de idealização de “roteiros ufológicos” para a população.  

Abaixo, imagem feita por Hamilton Santos no último dia 11/02/15 na região de Tatuí,  pouco depois das 13 hs. Ainda estamos analisando este caso, porém não é a imagem original e sim um fotograma da filmagem que esta de posse com sr. Hamilton. Infelizmente, esta imagem esta em baixa resolução e suspeitamos de erro de interpretação pelo autor da imagem.
Curiosamente , há 15 anos atrás (ano 2000), nas proximidades da região de Tietê,  esta foto (abaixo) feita por um policial militar foi considerada autêntica 
Não é de agora que Tatuí é "palco" de avistamentos ufológicos, pelo menos desde o final da década de 60, em pleno regime militar, temos conhecimento de casos na região. Inclusive consta no Boletim do CIOANI, emitido pelo 4° COMAR (Comando Aéreo) no ano de 1969. Abaixo, páginas do boletim que se refere a casuística desta região.
 
Abaixo, algumas das imagens de OVNIs recebidas em fevereiro pelo grupo no FB
local Aruba; data:02/fev/15
Abaixo, detalhe ampliado para análise
Abaixo, nesta mesma semana em São João Batista da Glória - MG. Testemunha tira foto do pássaro, mas um OVNI foi também foi captado.
Casos na Rússia são também denunciados
Abaixo, imagem feita por Eduardo Chaves em Lima (Perú) em 10 de fevereiro
 
POLÊMICA em MARTE
Em julho de 2014 duas sondas que estão atualmente explorando o planeta vermelho captaram estranhas imagens que reacendem a polêmica em torno de Marte. A foto abaixo foi tirada em 14 de julho pela sonda robô Curiosity, que pareceu ter captado um "Objeto" estranho aparentemente em "vôo" (Será que pode ser um UFO???). Veja em destaque pela seta vermelha.[clique sobre a foto para ampliá-la]
A segunda imagem polêmica em julho foi captada pela sonda Oportunity no dia 25, onde aparece claramente nas imagens uma "ESTRANHA FIGURA" luminosa sob a superfície marciana:
AMPLIANDO A FIGURA LUMINOSA
 VEJA ABAIXO COMO É O POR DO SOL NO PLANETA MARTE FEITA pela SONDA ROBÔ no MÊS PASSADO
 
OUTRAS IMAGENS de ÓVNIs
A ISS (Estação Espacial) CAPTOU um ESTRANHO OBJETO TRIANGULAR no 1° bimestre de 2014...SERIA um UFO???
Clique na foto p/ vê-la ampliada

Abaixo, imagem feita em Recife(PE) em 23 de Abril, enviada por Marco Filho no "facebook"; numa análise posterior suspeitamos que seja um efeito "luminoso linear" por provável reflexão das luzes do andar de um prédio que esta na parte inferior direita desta foto
 Imagem abaixo de Ufo no Chile em fevereiro de 2014
Interessante imagem feita em Stuttgart (Alemanha) em 17 de novembro de 2013, divulgada em 2014
Este ano completa 40 anos uma das mais interessantes imagens de Ufo em plena luz do dia. Foto feita por Tsutomu Nakayama em 25 de abril de 1974. Nakayama estava em férias no Havaí e fotografava um grupo de dança típica da região. Posteriormente ele constatou que em uma das fotografias havia um estranho objeto discoidal no céu.

Labels: , , , ,

Tuesday, March 08, 2011

CASO CANTAREIRA - pouso de UFO

Relatório sucinto (caso Março de 2011):
Recente ocorrência de suposto pouso de OVNIs na Zona Norte de SP
ÚLTIMO INCIDENTE de ATERRISSAGEM de UFO próximo à SÃO PAULO
Na primeira semana de março recebi uma estranha ligação citando que um OVNI teria pousado numa chácara na região da Serra da Cantareira, na localidade de Santa Maria, zona norte da cidade de São Paulo. O autor do telefonema, Sr. Jorge César que mora na tal chácara, nos informou que o objeto deixou impregnado no solo uma estranha marca e queria que fossemos lá verificar, então, eu (Paulo Aníbal, do EXO-X) e o sr. Marco A. Leal (grupo GEPUS de Sorocaba) fomos até o local logo pela manhã do 1° sábado do mês de março. Logo que chegamos, fomos recepcionados pelo Sr. Jorge e seu irmão, Rui Carlos (53 anos), sendo que este nos reportara ter avistado o OVNI, que segundo ele tinha o formato redondo, com muitos focos de emissão de luz com predominância de cor prateada e que teria chegado a ficar a apenas 5 metros de distância pairado sobre uma pequena bananeira; segundo seu Rui o tal objeto luminoso não era grande, não chegava a um metro de tamanho, sendo que ele achava que o mesmo devia ter por volta de 80 cm de diâmetro e sua trajetória seguiu no sentido de uma construção (posteriormente verificamos que era direção sudeste), mas antes viu o ovni sair rapidamente no solo. Tal incidente ocorreu na noite do dia 23 de fevereiro, numa quarta feira e, então no dia seguinte seu irmão, sr. Jorge observou a estranha marca. Medição pelo GPS: 46°35´(w) e 23°26´(sul).
Descrição da suposta marca: Era composta no seu interior de duas pequenas circunferências (semelhantes a "anéis") queimadasde pequeno tamanho, uma de 21,5 cm e a outra com 22,5 cm de diâmetro, mas com as “bordas queimadas” de espessura irregular e o centro das mesmas com aspecto normal.
Atividades em campo:
Conversa inicial com as testemunhas: Jorge César Bittencourt, com 62 anos Rui Carlos Bittencourt, com 53 anos. levantamento fotográfico e medições do local das marcas; Coleta de evidências físicas: Foram coletados materiais superficiais da bordas “queimadas” das circunferências menores do interior e do meio exterior, do solo interior de todos as circunferências e de fora das mesmas, além de amostras vegetais do ambiente de borda dos círculos, inclusive dentro e fora do local da marca.

Conclusão: Os depoimentos das testemunhas são bem objetivos e simples, não manifestando qualquer nervosismo e aparentando sinceridadeO aspecto mais estranho esta nos dois "anéis" pequenos, que estavam com as bordas totalmente queimadas e esmagadas, sendo que numa análise preliminar de uma amostra coletada que foi cultivada em meio de cultura nutriente, não foi detectada presença de bactérias, ou seja, a amostra estava praticamente estéril. Por isso, foi retirada uma das marcas de anel inteira para posterior pesquisa. Com à pesquisa posterior da evidência coletada indica que o local sofreu ação de altissíma temperatura, ou seja, de algumas centenas de graus centigrados devido a aparência do material. Todos os fatos até agora relatados exclui tentativa de fraude por fogueira.
Caso classificado como atuação de “OVNIs – Objetos Voadores não Identificados”, pois todos os indícios apurados parecem corroborar os relatos das testemunhas. Porém, de natureza INCONCLUSIVA.
.


Paulo Aníbal (ufólogo), Testemunha Rui, Marco Leal (Ufólogo) e a testemunha Jorge
Uma das marcas dos supostos "trens" de pouso do estranho objeto que foi coletada por Aníbal na segunda visita ao local da ocorrência

Labels: ,

Thursday, December 23, 2010

Em janeiro de 2011, o EXO-X esteve no estado do Pará.
(clique sobre as fotos para vê-las ampliadas)
Avistamentos de OVNIs na região de Belém, Santo Antônio de Tauá, Vigia, Ilha de Colares e a Ilha de Marajó foram o "palco" da mais recente pesquisa de campo do grupo EXO-X para apuração de indícios materiais da atuação de OVNIs que estão se manifestando atualmente no Pará. Vamos fazer um verdadeiro "CSI ufológico", ou seja, vamos aos locais em que ocorreram os caso a campo para coletar evidências.
[Abaixo, foto do ufólogo Aníbal numa pesquisa anterior na foz do rio Amazonas]
O moradador José, de Ananindeua, teve uma observação noturna de um objeto intensamente luminoso que fazia zigue-zague no céu em vôo baixo. Cor do objeto: Branco e amarelo.
Estivermos em Colares, que é uma bela ilha com uma área aproximada de 250 km², separada do continente pelo canal denominado “Furo da Laura”. Ela esta localizada na margem oriental da Baia do Marajó e distante cerca de 94 km da capital do estado do Pará – Belém. Recentemente, este “paraíso” insular é o “palco” de recentes observações de UFOs, mas não daquela forma da década de 70 e, sim, de manifestações em vôo, onde temos um caso de pouso que vamos também investigar. O EXO-X esteve também nas localidades de Santo Antônio de Tauá e Vigia, ambas com alguns recentes relatos de aparição de Ufos durante à noite, porém, foi no passado, no ano de 1977 é que estas localidades tiveram maior riqueza de relatos de objetos luminosos que ficaram popularmente conhecidos por “chupa-chupa”; tais relatos desencadearam uma investigação realizada por oficiais da força aérea direcionada pelo o I COMAR – Primeiro Comando Aéreo (foto ao lado), onde esta missão recebeu o codinome “Operação Prato”.
Em Colares realizamos investigações de campo, nas praias de Machadinho e Humaitá. Conversaremos com alguns moradores, com o sr. Freitas (foto) e com o sr. Raimundo, este viu o OVNI pousado na praia de Humaitá.
Um relato interessante do sr. Rodrigues:
citou: “por volta de 1h. da manhã vi uma enorme nuvem de cor rosa, onde ela projetava uma luz da mesma cor que cobria toda à praia, naquele momento dava para ver em detalhes toda à estrutura do farol como se via durante o dia, sendo que normalmente só dava para ver luz que ele emitia por ser escuridão total...saiu dessa nuvem alguns objetos redondos, um verde claro, um marrom e outro era branco que faziam uma volta em vôo no céu e voltavam para mesma nuvem...o fato durou bastante tempo”. Outro relato interessante é o da “Claudinha” que morava na região da praia em 2002, e num final de tarde ao sair de casa para ir na praia, observou quatro pessoas sentadas em volta de uma mesa oval e mais cinco estranhos homens de pé de mãos dadas em volta dos mesmos, porém os que estavam de pé portavam botas e capacetes e, todos através do tal capacete projetavam luzes azuis para à mesa. (UFO à noite em Colares)

Há outros mistérios que viraram lendas, como nas regiões conhecidas como “Buraco da Laura”, “Ponta da Laura” e “Igarapé da Laura”, que são regiões visitadas por uma entidade feminina que é chamada de Laura e sempre aparece mas margens dos rios e igarapés - “são aparições de uma mulher totalmente de branco no interior de uma luz também branca que dava medo nas pessoas, mas ela dizia na cabeça nas mesmas que vinha em paz...é uma alma penada”, citam os relatos de pescadores e pessoas que estavam andando à noite. Uma outra lenda comum da região, onde alguns afirmam te visto é o caso da “Matinta Pereira”, também uma entidade feminina que emite um assovio assustador (agudo, ligeiramente “metálico” e prolongado) que ressoava durante à noite, onde alguns acreditam ser uma bruxa e outros à viam na forma de uma estranha bola de luz – será que te está relacionado com os Ufos que aparecem na região?.
Um relato histórico do passado:
Geograficamente, Colares limita-se ao norte com a Baía do Marajó, ao sul com o município de Santo Antônio de Tauá, a leste com Vigia e a oeste com a Baia do Sol – todas com muitos relatos de observação dos “chupa-chupa(3fotos a dir) na década de 70, onde podemos resumir que na grande maioria dos relatos, os tais objetos estranhos voavam em baixa altitude, a poucos metros do solo e até em cima da copa das árvores; muito luminoso à noite e com pequeno tamanho (poucos metros, em média 1,5 m) , comumente de aparência esférica, inclusive os moradores os comparavam com o formato de um animal comum na região – “a Arraia de Fogo”, como no depoimento do sr. Raimundo N. Barbosa (outubro de 1977) na região do rio Bituba, que inclusive foi atingido por um “foco de luz” de cor azul – ele a comparou com o foco de uma lanterna, ocasionando-lhe forte dor de cabeça, tremor no corpo e entorpecimento na região do corpo atingida pelo o foco. Mas na maioria dos relatos, o contato do tal foco de luz ocasionava um intenso calor ou um tipo de “choque elétrico” e até dor, como são à maioria dos relatos, que logo em seguida ocorria uma semi-paralisia (amortecimento) que se propagava dos pés à cabeça, um calor progressivo, calafrios e rouquidão, sendo que em muitos casos essa dormência durava alguns dias. Esse fenômeno ficou popularmente como “chupa-chupa”, pois através do foco de luz que atingia as testemunhas, a imensa maioria relata que através do mesmo sugavam-lhe algo (supostamente sangue) e deixava uma marca circular queimada ou de cor roxa no local da “picada” (foto ao lado). Um ótimo exemplo deste fato é o fato ocorrido em 18 de outubro de 1977 por volta das 23:00 hs com a sra. Claudiomira Rodrigues da Paixão, 35 anos na época , e esta na documentação da Operação Prato (parte informativa):
“Ouvida pelo sr. Chefe da 2ª seção- disse que, estava acordada deitada em uma rede e em sua companhia estava uma senhora e seus filhos; que presentiu uma luminosidade (a luz da cidade havia apagado às 22:00h) que percorreu todo o seu corpo (como uma lanterna) fixando-se no seio esquerdo sugando-o, desceu após para sua mão direita, ocasião em que sentiu como se fosse picada por agulha; gritou por socorro, sem ser atendida, sua voz ficou presa na garganta, seu corpo ficou semi- paralisado; o ambiente ficou totalmente iluminado por luz esverdeada; sentiu estranho topor, sendo despertada pela voz de sua acompanhante que chamava atenção de uma das crianças dizendo na ocasião: Eu já estou estragada, o bicho me chupou. Disse ter sentido grande calor localizado no seio esquerdo e dor aguda no dorso da mão direita, dor de cabeça, amortecimento no lado esquerdo do tórax (como se comprimido internamente)”- isso só para exemplificar os relatos na época.
O que realmente acontece em toda essa região? Quem poderia responder as 3 perguntas básicas: 1° - Quem são eles?
2° - O que eles querem?
3° - De onde eles vêm?

Tenho uma teoria, acho que as aparições de UFOs esta diretamente relacionado com algum tipo de "interesse" estratégico na região, pode ser riqueza biológica, pois é uma região com alta diversidade de seres vivos, portanto, não deixa de ser um verdadeiro banco genético!!! ou os OVNIs tenham algum interesse em alguma "coisa" no solo, pois sei que em locais ricos em minérios há avistamentos de Ufos, por ex. Carajás e Trombetas, ambos no Pará....será apenas uma mera coincidência?

Thursday, August 05, 2010


Comando da Aeronáutica (Comaer) determina o que fazer nas Ocorrências de OVNIs no Brasil. A portaria foi publicada na pág 101 no Diário Oficial da União de 10/08 e regulamenta que os registro de ocorrências de OVNIs no espaço aéreo brasileiro devem ser encaminhados p/ o Arquivo Nacional. Abaixo,a portaria na íntegra:____________________________________




Acima, os formulários de "Tráfego Hotel" , como é chamado o tráfego de ÓVNIs no espaço aéreo no linguajar militar, idealizado pelo o ex-comte do Condabra, Brig. José Carlos Pereira, que também é utilizado pelo o grupo EXO-X (clique sobre eles p/ vê-los ampliados)

Labels: , , , ,

Friday, January 16, 2009

Acima,um exemplo da diversidade de UFOs








DOCUMENTO do VÔO 573 da Tam (UFO na ROTA DA AVIAÇÃO COMERCIAL)

o ufólogo Paulo Aníbal com o documento em mãos
Sabemos que a FAB (Força Aérea Brasileira) possui conhecimento da presença dos OVNIs no espaço aéreo brasileiro e que inúmeros documentos oficiais sigilosos foram produzidos. Um deles que chegou nas mãos dos ufólogos é o documento da transcrição da conversa entre um piloto do vôo 573 da Tam com o operador de radar em solo (APP) no dia 30 de maio de 1989 sobre o espaço aéreo da região de Americana- SP.Por volta das 03:28 hs da referida data, um operador do Controle de Aproximação de SP pediu ao piloto do vôo 573 que confirmasse no visual um OVNI que estava sendo detectado no radar.Então, após procedimentos de manobra, o 573 confirmou a presença do tal objeto, descrevendo-o com o formato circular e com um diâmetro de aproximadamente 50 metros.No dia 13 de Junho de 1989, o então chefe do Serviço Regional de Proteção ao Vôo de SP, cel. Aviador Hélio P. Rosa encaminhou o ofício CHF/S - 0222 (ref. RD 46/040589-SDOPV) a um órgão militar lá em Brasília NUCOMDABRA, mas hoje é designado de COMDABRA (Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro) sob classificação de SECRETO. Trata-se de uma das mais importantes evidências documentais de que a Força Aérea Brasileira tem conhecimento da atividade OVNI em nosso espaço aéreo.Abaixo,clique sobre as duas páginas principais do documento para vê-las ampliadas:



Todas as 6 páginas deste documentos estão em PDF no link abaixo, onde esta toda a transcrição da conversa do pilolo com o operador de radar http://www.vigilia.com.br/downloads/srpv.pdf
Atenção especial à casuística ufológica no litoral sul do Estado de São Paulo. Em mais de 10 anos de pesquisas na região, podemos citar que são pelo menos 300 casos de natureza ufológica, alguns dos quais documentados por fotos e filmagens; também há registros de alguns locais de pousos de ufos – apelidado de “ninhos”, como por exemplo, o famoso caso no bairro São José no segundo semestre de 2008. Devido a enorme casuística ufológica, nos levou a mapear estas ocorrências numa carta náutica, onde pontuamos na mesma os principais locais de avistamentos de Ufos, inclusive possibilitando a determinação de rotas realizadas pelos tais Ufos na direção do oceano. A partir deste mapeamento idealizamos o projeto de roteiro Ufoturismo, onde nele estão relacionados pelo menos sete “pontos” que seriam de grande interesse ufológico e que possibilitariam uma organizada visitação turística associada aos aspectos ecológicos, pois o turismo traz divisas e, além do mais ajuda na divulgação das ocorrências de natureza ufológica e também seria um grande incentivo para a preservação dos locais.
Principais pontos do roteiro "ufo turístico" em Peruíbe:
º Pedra da Serpente (Portal da Serpente)
º Guaraú
º Perequê
º Barra do Una
º Ruínas do Abarebebê
º Bairro São José (local do “ninho”)
º Praia, canal e o costão de Peruíbe.


Vide todo o Roteiro Ufoturístico idealizado por mim mais abaixo neste blog, com a descrição resumida de acada um dos pontos acima relacionados

Thursday, October 09, 2008

MARCA de POUSO de OVNI em PERUÍBE - caso histórico do EXO-X

Trata-se de uma ocorrência na madrugada de 18 de agosto,qdo por volta da 01h30 um suposto UFO teria pousado num matagal localizado na Rua Itália, no bairro São José, a cerca de 350 metros da rodovia Padre Manuel da Nóbrega. Neste local, uma marca "ovalada"("ninho" p/ os Ufólogos)foi constatada na manhã seguinte,onde a vegetação foi "amassada" seguindo o mesmo padrão e direção,os caules estavam inclinados sentido sudeste a uma altura média apenas a 25 cm acima do solo e na margem sudeste o mato estava com mesmo padrão de curva "ascedente". Anibal e Paulo pilon estiveram no local para uma efetiva apuração detalhada dos fatos, bem como a coleta de indícios e depoimentos; os ufólogos constataram através da medição que a marca tinha 15 metros no seu eixo maior e 9 metros no seu eixo menor e o "tombo" da vegetação ocorreu no sentido sudoeste p/nordeste como foi verificado pela bússola,que não apresentou nenhuma anormalidade de natureza magnética. Foi também determinado o exato local com o uso do GPS e constataram-se as referências geográficas na latitude sul de 24°16’21.3” e na longitude oeste de 46°58' 38.7”.

[O ninho e sua metragem no canto inferior esquerdo]
AS TESTEMUNHAS

A vizinha da marca, a Dna de casa Carla Maria Francelina(na foto acima) relatou que na citada noite, às 13h30min os cachorros começaram a latir e rosnar como se estivessem com medo de algo por perto; nesta hora deu uma queda de Luz e reparou um barulho semelhante de uma furadeira na madeira e uma intensa luz avermelhada brilhou por alguns segundos no quarto, sintetizou a Carla. O Sr. Clodoaldo de Souza, com 51 anos reportou que no mesmo referido dia, no mesmo horário observou uma imensa bola de luz que vinha do bairro do Bananal e descer nas proximidades da casa de Carla. O comerciante Clemente Teles, conhecido como "seu João", também ficou assustado com os latidos de sua cadela, fazendo com que levantasse da cama de madrugada de domingo, supondo que alguém estivesse "incomodando" o seu fusca ano 70, mas ele ouviu um som semelhante a de uma furadeira elétrica e observou rapidamente um facho de luz subindo para o céu. "Nunca vi nada como aquilo, foi muito rápido", citou seu João.

Labels: , , , , , ,

Sunday, April 06, 2008

UFOTURISMO no BRASIL
O Brasil é um país com um grande potencial para realização do turismo ufológico, pois além de possuir belíssimas paisagens, também são regiões com elevada incidência de avistamentos de Ufos, inclusive com manifestações energéticas de natureza desconhecida, onde muitos desses locais tivermos à oportunidade de realizar investigações relacionadas com as casuísticas ufológicas. São regiões de norte à sul do país com grande beleza natural, tais como à Chapada dos Guimarães-MT,Serra do Roncador-MT,Chapada dos Veadeiros - GO, nas proximidades de Alto Paraíso - GO,sul do estado do Piauí, Ilha de Marajó e alguns outros pontos do litoral paraense,Chapada de Diamantina -na Bahia, São Thomé das Letras-MG,alguns pontos do litoral fluminense como Niterói, e algumas localidades do estado mais industrializado do país, como Analândia, Botucatu, Araçoiaba da Serra - próxima de Sorocaba e Peruíbe, esta no litoral sul do estado de São Paulo são exs da grande variabilidade regional de manifestações ufológicas e energéticas. Coincidentemente a grande maioria são regiões com elevações montanhosas com exuberante beleza natural, muitas das quais envolvem áreas de proteção ambiental protegidas por lei, pois abrigam ecossistemas complexos como a Mata Atlântica, o Cerrado, a Amazônia e até a Caatinga, inclusive algumas delas são de enorme importância geológica devido à presença de evidências fósseis e arqueológicas, à formações de cavernas, à presença de cristais de rocha e de minérios, alguns dos são "estratégicos", como os radioativos (Urânio e Tório); os ferrosos, como à hematita e magnetita - com forte influência magnética. Será mera coincidência de que estas regiões são constantemente visitados por Ufos? Será apenas casualidade de que os místicos escolham esses lugares para realizarem sua incursões? Será que todas essas regiões podem ser pontes energéticos específicos? Por que em certos locais ocorrem mais aparição de Ufos do que outros? Será que nossas riquezas naturais e mineralógicas são de grande interesse para os Ufos?Essa proposta Ufoturística foi assimilada pelo o departamento de Turismo da Prefeitura de Peruíbe,que lançou no 5º encontro ufológico o primeiro roteiro ufoturístico da região sudeste.Clique sobre as imagens abaixo para ver o roteiro ampliado:


Principais pontos do roteiro “ufo turístico” em Peruíbe formulado por Paulo Aníbal:º Pedra da Serpente (Portal da Serpente)
º Guaraú
º Perequê
º Barra do Una
º Ruínas do Abarebebê
º Bairro São José (local do “ninho”)
º Praia, canal e o costão de Peruíbe.
1
– Pedra da Serpente (Portal da Serpente)
Coordenadas: 24° 20’ (Latitude Sul) e 47° 0,0’ (Longitude Oeste)

Na encosta da Serra, pela estrada para o Guaraú, uma imensa parede rochosa vertical, onde antigamente possuía “ilustração” de uma serpente encurvada. Na beira da curva, com um céu totalmente limpo de dia é possível observar a Ilha da Queimada, o único local de “moradia” da Jararaca Ilhoa (Bothops insularis). Local com inúmeros avistamentos de OVNIs (Objetos Voadores não Identificados) e de seres luminosos, principalmente à noite. Nos dias atuais, há relatos de que a noite é observado um ser loiro com cerca de 2 metros de altura, cabelos longos, vestindo um tipo de macacão prateado, outras vezes uma túnica branca e com um símbolo no peito de uma serpente. Este adentra através da rocha e desaparece. Há oito anos atrás, por volta da meia noite, uma moça de 21 anos chamada Suzana, de dentro de seu automóvel, ao aproximar-se da curva em torno da rocha, viu duas bolas de luz esbranquiçadas, sendo que uma delas dava a impressão nítida que saía da pedra. A mesma parou seu automóvel na curva e observou que os objetos luminosos foram em direção ao mar. Um deles inclusive mergulhou na água e pelo seu brilho ela ainda pode perceber que as tais luzes foram na direção da Ilha de Queimada Grande.
2- GUARAÚ – PRAIA e SERRA
Coordenadas: 24° 21’ S (latitude Sul) e 46° 52’ W (longitude Oeste)
A região do Guaraú é também um local com elevado índice de avistamento ufológico; um dos testemunhos interessantes é do sr. Roque, dono da Pousada Cavalo de Pedra, no Perequê, relatou que no morro da Praia da Desertinha avistou uma “bola de fogo” que foi em direção ao morro dos Macacos e, neste momento a energia elétrica diminuiu de intensidade. Em dezembro de 1997, na floresta ao lado de sua pousada, foram avistadas duas bolas luminosas azuladas durante a noite e, em janeiro do ano seguinte, o fato repetiu-se, aparecendo apenas uma bola azul. Elas ficaram paradas por muito tempo e desapareceram muito rápido. Por isso que no ano de 2002, o grupo EXO-X organizou uma vigília nessa localidade, por ocasião do II encontro Ufológico do referido ano, sendo que nessa mesma vigília foi avistado um objeto circular azulado no céu visto por inúmeras pessoas. Segundo o escritor Oswaldo Herrea, há “moradores invisíveis”, que nos tempos antigos, não havia estradas, andava-se por picadas e trilhas. Mas, em certas noites, no caminho onde hoje é a estrada para o Guaraú, um “portal” se abria de onde saiam fumaça e fogo. Um certo dia, no entanto, ela apareceu fechada, como que parecendo estar soldada por uma energia estranha. A partir desta data, nunca mais foi vista aberta, e até hoje os moradores do Guaraú consideram este local sagrado e dizem que dentro da montanha há vida especial, com moradores que protegem Peruíbe. A montanha é conhecida por silvícolas e esotéricos que vieram estudá-la detalhadamente, e percorreram os diversos caminhos entre as pedras. Relato: Sr. Nélio Ribas, relatou que em 1993, entre 22h30min e 23 h, ele e mais dois amigos na praia do Guaraú, observaram uma luz disforme de forte cor avermelhada, vindo da Ilha de Queimada Grande, dirigiu-se para o sul sobre a Serra do Guaraú.
3- PEREQUÊ
Coordenadas: 24° 21’ S (latitude Sul) e 47° 01’ W (longitude Oeste)
Em meados de 2001, Sr. Ernandes M. Costa, onde por volta das 21h30min horas, na localidade do Perequê, ele observou uma forte luz dourada-prateada vinda direção do Morro do Juquiá que aos poucos foi aumentando de tamanho devido à aproximação do objeto até o momento que ele pode perceber alguns detalhes do tal objeto , que segundo as suas palavras assemelhava-se a um “ônibus” de extremidades arredondadas e viu até uma fileira de “janelas”. O objeto passou acima de sua cabeça numa altitude aproximadamente de 50 metros e nesse instante a testemunha, com 27 anos na época, teve algumas sensações estranhas de “levitação” e arrepio por todo corpo, segundo o mesmo à luz iluminava em volta do Ufo de maneira igual ao seu redor, bem como também iluminou à área da testemunha. Outro relato: Ezequiel R. Costa, um simpático sr. conhecido popularmente por “Teco” , ele nos relatou impressionantes avistamentos de Ufos na região do Perequê, também em 2001, quando trabalhava como caseiro numa propriedade de um amigo. Era uma noite de junho de lua cheia, quando Sr.Teco, também na presença do proprietário, observou por volta das 23 hs um objeto muito brilhante que vinha do sul, este passou sobre a mata da chácara e, em seguida pairou acima de uma árvore a poucas dezenas de metros de distância das testemunhas. Neste momento, ambos puderam ver em detalhes do objeto – possuía a forma de um imenso triângulo com forte luz branco-amarelado, onde na sua parte inferior repararam no detalhe de possuir mais três pontos esféricos com intenso brilho. Após alguns minutos o tal objeto levantou vôo e sumiu. Sr. Teco nos relatou também, que algumas noites posteriores ao incidente, um intenso objeto luminoso aparecera vindo do sul e adentrou à mata da chácara, e ficou repousado no local por bastante tempo. No dia seguinte, Teço, Ernandes e o proprietário da chácara foram ao local do suposto pouso e visualizou uma marca circular por volta de seis metros amarelada, onde no local passava uma mangueira e esta estava totalmente derretida; no local havia também mais quatro marcas menores e especularam estar relacionado ao “trem” de pouso do tal objeto luminoso – eram três quadradas e uma mais retangular, todas estavam mais “afundadas” em relação à marca maior.
4- BARRA do UNA
Coordenadas: 24° 26’ S (latitude Sul) e 47° 03’ W (longitude Oeste)
O pescador Beronildo Santana relata que no dia 26 de junho de 2001, por volta das oito da noite, alguns pescadores que se encontravam no mar e outros na Praia do Una, avistaram uma forte luz de tonalidade alaranjada e vermelha que vinha do sentido da Praia do Caramborê. Ao chegar a frente da Praia do Una, a mesma parou a cerca de 100metros de altura. Por volta das 21h00min horas perceberam uma outra luz igual que vinha do rio Una e ao aproximar-se da primeira, a mesma acoplou-se a outra e tornaram-se uma só; meia hora depois separaram-se e uma se dirigiu ao alto mar e a outra veio na direção da praia. Muitos moradores e pescadores que se encontravam nas ruas, fugiram com muito medo para suas casas e fecharam as portas e janelas. Essa luz passou pela vila vagarosamente em baixa altitude, chegando a iluminar o interior das casas que se encontravam sem iluminação elétrica, pois a sua aproximação explodiu o gerador de força da vila. Ainda na praia de Barra do Una (24°26’14,7”S e 47°3’45,8”W) temos um relato muito interessante do pouso de um Ufo que ocorreu em setembro de 2001, onde um casal teve uma experiência incrível: Estavam sentados numa região da praia de Barra do Una por volta da uma hora da madrugada quando de repente virão uma enorme bola de luz branca pairada sobre à areia da praia, dois seres muito luminosos saíram desta “bola” e um veio na direção do casal. Então, muito assustados saíram correndo e foram para casa, mas ela antes de entrar olhou para trás e reparou que os seres estavam flutuando bem próximo ao chão e voltaram para dentro da grande “bola” de luz, a mesma voou para cima sem qualquer emissão de som.
5- RUÍNAS do ABAREBEBÊ
Coordenadas: 24° 16’ S (latitude Sul) e 46° 57’ W (longitude Oeste)

Sítio Arqueológico das Ruínas do Abarebebê, na realidade é a antiga Igreja de São João Batista, que fazia parte do único aldeamento do litoral paulista. Aldeamento era o local com agrupamento de índios reunidos por oficiais da coroa ou pelos os jesuítas. A igreja, hoje em ruínas, e seu entorno constituem um sítio arqueológico protegido pela lei federal 3924/61, portanto, patrimônio da união. O local também é tombado pelo Condephaat desde 1979. Entre 1991 e 1994, uma equipe do Museu de Arqueologia e Etnologia da Usp realizou escavações arqueológicas, resgatando milhares de peças dos séculos XVI ao XIX, além de encontrar alguns enterramentos humanos no solo da igreja. Após dez anos fechado ao público, o local foi reaberto para os visitantes em 2000. Em 2004, toda à área é sinalizada – um verdadeiro museu à céu aberto. O nome Aberebebê esta relacionado com o padre jesuíta Leonardo Nunes, por locomover-se rápida e prontamente, no meio primitivo e inóspito, fez com que os índios o apelidassem de “abareveve” ou abarebebê, que em tupi significa padre voador. Ingressou na Cia. de Jesus em fevereiro de 1548, e no ano seguinte, foi trazido ao Brasil por Tome de Souza, juntamente com outros cinco religiosos, entre os quais o próprio Manuel da Nóbrega, diretor da missão a estabelecer-se na colônia. A região também acumula inúmeros relatos ufológicos, como o relato do sr. João no outono de 1997, quando estava andando pela praia sentido centro com esposa Marisa e quatro filhos quando avistou uma imensa luz esbranquiçada como “se fosse um grande farol” no céu por volta das 20:30 hs. “A tal luz se deslocou das ruínas sentido para sentido oposto para onde estavam caminhando. Ela subiu mais e pairou no ar, depois começou a movimentar-se velozmente, inclusive fazendo inúmeras manobras abruptas, inclusive em ângulo reto, ou seja, realizava vôos em curva em 90° (durou uns 15 minutos) e quando a luz pairou no céu bem acima de nossa cabeça, ela sumiu” – relata seu João.
6- BAIRRO SÃO JOSÉ
Coordenadas: 24°16’ 21.3” S e 46°58’ 38.7” W
Uma ocorrência muito inusitada na madrugada de 18/08/2008, qdo por volta da 01h30 um objeto desconhecido teria praticamente pousado num taboal no bairro São José, a cerca de 350 metros da rodovia Padre Manuel da Nóbrega. Neste local,uma marca “ovalada” foi constatada na manhã seguinte, onde a vegetação foi “amassada” seguindo o mesmo padrão,os caules estavam inclinados sentido noroeste a uma altura média apenas a 25cm acima do solo e na margem do mm sentido o mato estava com mesmo padrão de curva “ascedente”, como se o local tivesse sido “penteado”.A marca tinha quase15 metros no seu eixo maior e 9 metros no seu eixo menor e a inclinação da vegetação ocorreu no sentido sudeste p/noroeste como foi verificado pela bússola, que não apresentou nenhuma anormalidade de natureza magnética. Quase duas horas antes, o tal Ufo que foi designado por muitos moradores de “Bola de Fogo”, por tal objeto ser esférico e de cor avermelhada/alaranjado, foi fotografado pelo o jovem M.A., morador da região. A vizinha da marca, a Dna de casa Carla Maria Francelina relatou que na citada noite, às 13h30min os cachorros começaram a latir e rosnar como se estivessem com medo de algo por perto; nesta hora deu uma queda de Luz e reparou um barulho semelhante de uma furadeira na madeira e uma intensa luz avermelhada brilhou por alguns segundos no quarto, sintetizou a Carla. O Sr. Clodoaldo de Souza, com 51 anos reportou que no mesmo referido dia, no mesmo horário observou uma imensa bola de luz que vinha do bairro do Bananal e descer nas proximidades da casa de Carla.O comerciante Clemente Teles,conhecido como “seu João”,tb ficou assustado com os latidos de sua cadela,fazendo com que levantasse da cama de madrugada de domingo, supondo que alguém estivesse “incomodando” o seu fusca ano 70,mas ele ouviu um som semelhante a uma furadeira elétrica e observou rapidamente um facho de luz subindo para o céu - “Nunca vi nada como aquilo,foi muito rápido”,cita sr João.
7- Rio Peruíbe, Praia e Costão
Coordenadas: 24° 19’ S e 47° 00’ W
Um morador nas proximidades do canal, Sr. Oswaldo Capi, 44 anos e alguns de seus vizinhos, onde por volta das 23:30 h do dia 25 de novembro de 2005, Capi que estava assistindo TV, quando ela e a luz da sua casa começou à falhar e a piscar várias vezes até se apagar, logo em seguida ele foi para a varanda, onde possui um visual completo da serra e do Morro de Peruíbe, observou um imenso objeto com a forma de uma “raia” (um peixe cartilaginoso) acinzentada e com intensa luminosidade branco-amarelada que se deslocava lentamente numa baixa altitude - poucas dezenas de metros do solo. Segundo a testemunha, o tamanho aparente do objeto era comparável ao do ginásio perto da sua casa (com aproximadamente 70 metros); após vários minutos o tal objeto se deslocou sentido a serra, aí sumiu e a luz se normalizou. O pescador conhecido como Silas, também avistou inúmeras vezes OVNIS durante a noite sobrevoando a região, inclusive passando a poucas dezenas de metros da sua casa e, segundo o mesmo são como “bolas iluminadas” esbranquiçadas e até alaranjadas. A praia de Peruíbe como um todo é um ótimo ponto de avistamentos de Ufos, inclusive foram flagrados em fotografias e filmagens, como de José Guilherme, que no final do ano de 2001, numa manhã de sábado na praia, conseguiu filmar em plena luz do dia um OVNI na forma clássica por quase 1 minuto. Na vigília realizada em 30/01/2009 um OVNI foi observado por volta das 21 h realizando um movimento rápido saindo de Itanhaém e pairou uns 500 metros bem a frente das poucas pessoas presentes e de repente, o tal ovni afundou no canal de Peruíbe.
NAZARÉ PAULISTA - Pesquisa de Campo Em Junho de 2007.

CASUÍSTICA UFOLÓGICA em NITERÓI
Uma das mais belas paisagens litorâneas do litoral brasileiro, à região de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, constitui um dos focos de nossas pesquisas envolvendo à casuística ufológica. São inúmeros os relatos de observação de objetos voadores não identificados (OVNIS) em toda região; Niterói, cujo seu nome deriva do tupi guarani - Nheteroia - que significa água escondida, localiza-se à 22°53'00" de latitude sul e 43°06' 13" na longitude oeste. Em agosto de 1966 ocorreu o famoso incidente das máscaras de chumbo no morro do Vintém.Na região das praias oceânicas coletamos inúmeros relatos de avistamentos de ufos, onde verificamos que até alguns poucos anos atrás eram relativamente comuns observação de pequenos objetos luminosos durante à noite nas proximidades da Lagoa de Piratininga, onde inclusive numa praia com o mesmo nome em novembro de 1996, foi fotografado um Ufo (foto abaixo).Em outubro do ano de 2001 nos chegaram alguns relatos sobre observação de pequenos objetos esféricos, que nós ufólogos designamos de sondas- supostamente seriam aparelhos de reduzido tamanho com objetivo de realizar sondagens num dado local que seriam oriundos de ufos maiores - por coincidência nessa mesma época houve um acidente com um avião da FAB; em 2004 nos foi relatado avistamentos de UFOs triangulares vistos por moradores da cidade;não podemos deixar de citar que foi na Praia de Itacoatiara,onde podemos observar de forma panorâmica à área de conservação da Serra da Tiririca, inclusive inserida na ponta dessa mesma praia com o oceano, uma gigantesca formação rochosa em meia lua conhecida como a Pedra do Elefante , é que algumas pessoas tiveram os avistamentos de estranhos objetos noturnos na tal serra; para alguns místicos à Praia de Itacoatiara e as formações rochosas à seu redor são pontos de grande concentração energética. Niterói parece mesmo possuir aptidão ufológica, curiosamente encontra-se no mirante da Praia da Boa Viagem, uma enorme estrutura em concreto com o formato de um disco voador- trata-se do Museu de Arte Contemporânea (MAC), projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.